Iluminação no escritório: quais os cuidados necessários?

A iluminação no ambiente de trabalho pode ser mais importante do que imagina. Para saber mais, clique no artigo e confira nossas dicas!

O corpo humano é acostumado, biologicamente, a trabalhar de acordo com a incidência da luz natural. Mas, e quando o assunto é iluminação no ambiente de trabalho? Bom, nesses casos, é preciso bastante planejamento para que todas as estações da empresa aproveitem o máximo da luz natural e de forma que não atrapalhe ninguém.

Afinal, a visão precisa de condições básicas para funcionar de forma saudável e eficaz. Para evitar problemas oculares nos seus colaboradores, o projeto luminotécnico deve ser bem feito.

Por isso, neste post nós vamos falar sobre os principais cuidados com a iluminação em escritórios que você deve ter. Como por exemplo, as normas técnicas e modelos mais adequados de luminárias. Confira!

  • Normas técnicas de acordo com o Ministério do Trabalho
  • Modelos de luminárias
  • Posição das luzes
  • Ofuscamento

Normas técnicas de acordo com o Ministério do Trabalho

O Ministério do Trabalho possui uma norma reguladora chamada de NR-17 que trata especialmente da saúde dos olhos dentro do espaço corporativo. De maneira geral, é uma regulamentação que exige que os locais de trabalho tenham uma luminosidade uniforme e que respeite os padrões de iluminação, de acordo com a atividade que está sendo desenvolvida.

O principal objetivo é prevenir que os problemas como fadiga ocular, ofuscamento, sombras, contrastes excessivos ou reflexos incômodos atinjam os trabalhadores. Pois, no ambiente de trabalho, uma iluminação inadequada compromete o rendimento dos funcionários, a saúde física e até psicológica.

Modelos de luminárias

Qualquer projeto de iluminação, que seja moderno, seguro e funcional, deve começar pela escolha das luminárias certas. E o que vai te guiar nessa hora é arquitetura e funcionalidade do ambiente de trabalho. Também é importante que a luminária escolhida, seja de tamanho proporcional ao espaço em que será colocada.

Por exemplo, se é um espaço em que as dimensões são pequenas e o pé direito mais baixo, o mais adequado é escolher luminárias mais discretas. Nesses casos, você também pode apostar nos modelos embutidos, que são práticos e ajudam na otimização do espaço.

Em ambientes de trabalho mais amplos, onde há áreas integradas ou pé direito duplo, você pode ousar mais no tamanho das luminárias, bem como nos modelos. Outro tipo de luminária que pode ser usada em ambientes de trabalho são as de mesa, já que não é sempre que todas as estações de trabalho podem aproveitar a incidência de luz natural.

Ah! E não se esqueça de sempre optar pelo uso de iluminação branca e fria, pois elas estimulam o foco, concentração e equilíbrio, o que é essencial em um ambiente de trabalho.

Posição das luzes

Além da importância da escolha do modelo adequado de luminária, a posição em que ela irá ficar também deve ser levado em conta na hora de planejar a iluminação. Para que haja equilíbrio, é necessário que os feixes de luz sejam uniformes e que nenhuma área fique sem luz ou iluminada em excesso.

Para alcançar esse equilíbrio, centralize o feixe da luz principal, ou seja, a que tem maior intensidade e predomina mais no espaço. Os demais feixes devem ser colocados em lugares estratégicos, podendo ser no decorrer das estações de trabalho ou sobre os móveis.

A iluminação indireta também é uma ótima opção, principalmente para ressaltar pontos específicos do ambiente, como por exemplo onde tem o logotipo da empresa. Outra dica é sempre apostar em paredes e teto de cores neutras, assim fica mais fácil que a iluminação se propague por todo o ambiente, de maneira uniforme.

Ofuscamento

Vamos falar agora sobre a combinação de lâmpadas e elementos reflexivos, que quando bem feitos podem gerar amplitude e leveza no ambiente, mas quando inadequada, causa desconforto nos olhos. A dica é posicionar os feixes de luz intensa longe dos objetos que podem refletir, como espelhos por exemplo.

Além disso, existem outras dicas que podem ajudar a não causar fadiga ocular:

  • Os que trabalham em computadores, é preciso verificar se a posição da mesa e da janela não geram sombras na tela.
  • Na hora de instalar as luminárias de mesa cheque se o funcionário é destro ou canhoto.
  • As lâmpadas de teto devem ser instaladas com a distância igual entre elas, para garantir uma melhor iluminação
  • Verifique sempre o estado de funcionamento e conservação de toda a iluminação

Viu só? O segredo para uma iluminação perfeita dentro do ambiente de trabalho é a combinação de modelos adequados de luminárias, posições estratégicas das lâmpadas e aproveitamento da luz natural.