como decorar quarto

A decoração minimalista surgiu nos anos 60 e com passar do tempo, conseguiu reunir milhares de outras pessoas, a partir de um estilo que apresenta pouca informação.

Quem é apaixonado por decoração, tende a gostar de ambientes repletos de prateleiras, cores mais vivas e muitos objetos que retratam a personalidade, estilo de vida e os gostos, em objetos de fácil exposição.

No entanto, também existe um grupo de pessoas que pode encontrar a beleza em paredes mais claras apenas com um sofá de cor contrastante. Esse é o estilo minimalista, que você vai conhecer hoje.

Você sabe o que é a decoração minimalista?

O expressionismo abstrato e o movimento simbolista, retratam na maioria das vezes diferentes tipos de excessos. E durante o ano de 1960 surgiu um grupo de artistas que acreditavam que a arte e beleza poderiam ser encontrados também de outras formas, indo na direção contrária de artes e culturas repletas de informações, desenhos e cores criaram um novo segmento e forma de arte.  

A arte minimalista começou a aparecer a partir de itens que expressavam um estilo mais sóbrio, com a apresentação de poucos itens.  

É possível identificar nos dias de hoje, diferentes itens que são feitos de maneira mais simples, utilizando em alguns casos elementos que são básicos e estritamente necessários.

Uma das frases que sem dúvida conseguem expressar corretamente a decoração minimalista é: “O menos é mais” de Ludwig Mies Van Der Rohe, um dos principais influenciadores para a criação dessa forma de decoração e estilo.

Perfeito para quem quer economizar

Na maioria dos casos as pessoas acreditam que trabalhar ou realizar um projeto de decoração, independentemente se forem com móveis planejados, é preciso adicionar elementos que possam diferenciar o ambiente.

Mas na verdade se você pensar como os japonenes, em que a técnica minimalista também é inspirada e utilizar, apenas o que é necessário, terá um ambiente excelente podendo ser comercial ou residencial e que segue a linha minimalista.

Isso ajuda principalmente para quem quer ter um ambiente bonito, seguindo as tendências de arquitetura e decoração, além de conseguir economizar afinal, não será preciso comprar muitas coisas, dependendo do projeto que você tem para um determinado ambiente.  

A organização precisa ser valorizada

Se te incomoda ver tantas prateleiras, livros e outros objetos decorativos “espalhados” por uma sala ou quarto, saiba que é possível organizar os itens de forma adequada, priorizando apenas o que é necessário deixar em um ambiente.

Não se trata apenas de reciclar ou eliminar livros velhos, cadernos que não são mais utilizados ou mesmo objetos decorativos, que já não possuem mais o mesmo significado de outrora.

Até mesmo os itens que serão deixados em um ambiente, precisão ser organizados de um modo que faça sentido para quem utiliza esse espaço.

Existem móveis minimalistas?

Sem dúvida para quem deseja praticar o minimalismo em sua vida, é preciso entender que não se trata apenas de decoração ou organização.

Quase como um estilo de vida, é preciso que isso se reflita também nos móveis que irão compor um ambiente.

Para isso é necessário escolher móveis que sejam de tons mais claros e de preferência, sem estampas para que possam ser incorporados a um ambiente mais clean.

Aqui vale apena falar mais sobre os móveis minimalistas, pois além das cores é preciso também que ele atenda a outro quesito importante, a funcionalidade.

Muito se fala nos dias de hoje, sobre os móveis que são funcionais e para um ambiente minimalista, esse ponto não pode faltar.  

É possível entender melhor essa funcionalidade, a partir da adoção de móveis 2 em 1, o que economiza espaço e favorece a decoração do ambiente.

Não se esqueça que para ter um ambiente minimalista, a limpeza e organização também precisão estar na sua lista de quesitos para implementar esse estilo de decoração.