Por Que eu Devo Investir Meu Dinheiro? Conheça os 5 Principais Motivos

Afinal por que eu devo investir o meu dinheiro? Acabe de vez com as suas objeções e conheça agora os 5 motivos para você começar a investir o seu dinheiro o quanto antes.

Você já investe o seu dinheiro?

Se a sua resposta para essa pergunta foi “sim”, ótimo.

Mas saiba que você é um ponto fora da curva.

Segundo uma pesquisa publicada pela Folha de São Paulo em 2017, 65% dos brasileiros não poupam dinheiro pensando no seu futuro.

Isso pode ser explicado pelo nosso senso de imediatismo e pouca capacidade de projetar o amanhã.

Temos também uma forte tendência a dar um peso maior às gratificações imediatas.

Então quando chega o momento de escolher entre algo com o qual vamos sentir o prazer imediato, ou algo que só colheremos os benefícios mais adiante, normalmente optamos pelo imediatismo.

De acordo com uma pesquisa do Serasa, 35% da população prefere gastar tudo o que ganha de imediato.

Existe ainda a crença de que investir é algo muito complicado, que demanda muito tempo ou que é preciso ter muito dinheiro.

Eu poderia quebrar todas essas crenças dizendo que é possível investir com apenas 30 reais e que você não gastará mais que algumas horas por mês do seu tempo para isso.

No Portal da Riqueza você vai encontrar diversos conteúdos sobre investimentos, explicando quais são os principais produtos financeiros existentes no mercado e como você pode investir com pouco dinheiro.

Entretanto, nesse artigo eu não quero falar da parte técnica, mas sim lhe dizer por que é importante investir dinheiro.

E além disso, responder a pergunta: “Por que eu devo investir meu dinheiro?”

Dessa forma, eu separei 5 motivos para você começar a investir o seu dinheiro o quanto antes.

Investir Meu Dinheiro Faz Ele Trabalhar a Meu Favor

Existe um conceito que foi introduzido pelo autor Robert Kiyosaki no livro “Pai Rico, Pai Pobre”, chamado de Corrida dos Ratos.

A Corrida dos Ratos é um termo usado pelo autor para dar nome ao ciclo onde, desde pequenos, nós somos ensinados que precisamos estudar bastante, tirar boas notas no colégio e ir para uma boa faculdade.

Na faculdade, precisamos estudar mais ainda, tirar boas notas novamente para conseguir um bom emprego.

Após conseguir esse bom emprego podemos comprar a nossa casa, nosso carro e outro bens de consumo.

Até que aumentamos a nossa qualidade de vida, juntamente com nossos gastos.

Então precisamos nos qualificar mais, fazer uma pós-graduação, algum curso de especialização, para assim ganhar uma promoção no trabalho e poder pagar por nossa vida que ficou mais cara.

E não há nada de errado em estudar e se desenvolver.

Eu mesmo gosto muito de estudar.

O problema da Corrida dos Ratos é que quando você está dentro dela, estará sempre trabalhando pelo dinheiro.

Além disso muitas pessoas ficam com a sensação de que só trabalham para pagar contas.

De acordo com o autor, as pessoas verdadeiramente ricas são as que conseguem sair da Corrida dos Ratos.

Para fazer isso, elas param de trabalhar pelo dinheiro, e fazem o dinheiro trabalhar para elas.

Por esse motivo que investir meu dinheiro é muito importante.

Pois no momento que faço isso, ele vai estar trabalhando a meu favor.

O montante que foi investido vai estar trabalhando diariamente para gerar mais dinheiro sem que eu tenha que mover um dedo.

E o segredo para sair da Corrida dos Ratos é tentar investir cada vez mais, com consistência e disciplina.

Alcançar Objetivos Financeiros

Todos nós temos sonhos não é mesmo?

Seja comprar uma casa, um carro, fazer uma faculdade ou até mesmo viajar para conhecer um novo país (pessoalmente o meu preferido).

Entretanto, sem se programar com antecedência fica mais difícil de conquistar esses objetivos.

O que a maioria das pessoas faz é tentar antecipar os seus sonhos.

Se querem uma casa própria, fazem um financiamento e ficam 30 anos pagando.

Se querem um carro novo, a mesma coisa, pegam o carro agora para ficar 5 anos pagando por ele.

Isso volta no conceito de imediatismo mencionado anteriormente, onde a maioria de nós precisa da sensação de prazer imediato.

Mas muitas vezes isso tem consequências ruins, pois a grande parte das pessoas não leva em consideração muitos fatores na hora de comprar esses bens e acaba se endividando.

A forma correta de alcançar esses objetivos é se organizando e se planejando financeiramente.

Planilhe os seus gastos e as suas receitas para saber exatamente quanto de dinheiro está entrando na sua conta, quanto está saindo dela e para onde está indo.

Assim verifique quanto você consegue reduzir ou cortar dos seus gastos que não são essenciais.

Depois disso, estabeleça qual o objetivo financeiro você quer alcançar.

E deixe isso de forma clara e específica.

Se quer fazer uma viagem, defina o destino, estabeleça uma data e já pesquise para saber em média quanto vai sair tudo isso.

É aí que entra a parte do investimento.

Porque com o prazo e o valor definido, você pode buscar investimentos com uma rentabilidade atrativa com um vencimento próximo da data que você precisará do dinheiro.

Dessa forma, você não precisa se endividar para realizar os seus sonhos.

Perder o Medo de Investir

Muitas pessoas até sabem que o correto seria poupar uma parte do seu salário todos os meses para investir.

Entretanto não fazem isso por medo.

Medo de perder o dinheiro que suaram tanto para conseguir.

E isso pode até parecer meio óbvio, mas a melhor forma de perder o medo, é investindo seu dinheiro.

Existem muitas aplicações financeiras que são extremamente seguras, até mais seguras (e bem mais rentáveis) do que a poupança.

Aliás, o risco será maior caso você continue sem investir o seu dinheiro.

Porque se você está com o dinheiro parado na conta, existe aquela falsa sensação de que há dinheiro sobrando.

Dessa forma acabamos gastando com coisas que na verdade nem precisamos.

O que acontece é que as pessoas tem medo porque não entendem exatamente o que estão fazendo ao investir em alguma coisa.

Então o primeiro passo é estudar sobre o assunto e se informar.

Atualmente é possível adquirir conhecimento quanto a investimentos de formas muito simples e práticas.

Depois de se informar, é importante começar o quanto antes, para que o dinheiro já comece a trabalhar a seu favor.

Você já se arrependeu de ter demorado para começar algo que descobriu realmente gostar? Seja um esporte ou alguma atividade de lazer.

Pois com os investimentos é exatamente assim.

Caso contrário, daqui a 10 anos você olhará para trás e verá por quanto tempo seu dinheiro já poderia estar rendendo.

E assim se arrependerá de não ter começado hoje.

Investir para Não Perder Dinheiro

Agora vou te contar uma coisa que me chocou um pouco quando eu descobri.

Quando eu era criança e ia no shopping, eu gostava de usar a escada rolante no sentido contrário.

Portanto, se eu queria subir, eu usava a escada rolante que estava descendo, dessa forma eu precisava andar mais rápido para conseguir chegar do outro lado.

E o que acontecia se eu ficava parado? Eu andava para trás!

O que isso tem a ver com dinheiro?

Existe um conceito que por muito tempo eu não entendi direito, mas que tem tudo a ver com isso.

O da inflação!

Pode parecer um pouco complicado, mas a inflação é o que faz o nosso dinheiro desvalorizar um pouco todos os dias.

Eu gosto de explicar da seguinte forma:

Digamos que tem um produto no supermercado que hoje você compra por 10 reais. Mas você só vai precisar comprar novamente esse produto daqui a um ano. Mesmo assim, você já separa os 10 reais para ter certeza de que não vai gastar. Após um ano, você pega os 10 reais e vai ao supermercado comprar o produto. Só que agora ele não está mais 10 reais, está custando 12 reais.

É isso que acontece com a inflação, ela faz você perder poder de compra.

E quando você deixa o seu dinheiro parado na conta, é como na escada rolante, na verdade você está “andando para trás”.

Ao investir meu dinheiro, busco sempre rentabilidades que sejam no mínimo superiores à inflação, para que eu não perca poder de compra.

Alcançar a Independência Financeira

Todos os motivos listados acima me influenciaram e de certa forma me motivaram a investir.

Entretanto, o principal motivo que faz eu investir meu dinheiro todos os meses, é o de alcançar a independência financeira.

Também chamada de liberdade financeira.

Este é o momento da vida onde, somente com o rendimento das suas aplicações financeiras, você já tem dinheiro o suficiente para se sustentar.

É por esse motivo que eu invisto todos os meses mais dinheiro, além de reinvestir o rendimento das minhas aplicações atuais.

Ou, como o autor Robert Kiyosaki disse, coloco “os filhos dos meus filhos para trabalhar a meu favor”.

Mas então isso significa poder parar de trabalhar?

Sim, se você quiser.

Mas mais do que isso, isso significa ter a liberdade de poder fazer o que quiser.

Talvez melhor do que parar de trabalhar, seja trabalhar com algo com que você realmente ame e te dê satisfação.

Não se preocupando se com essa atividade você terá dinheiro para pagar as suas contas.

Lá no Portal da Riqueza eu escrevi um artigo explicando em mais detalhes o que é a Independência Financeira e quais os 3 pilares para alcançá-la.

Lhe convido a entrar lá e ler para entender melhor.

Recapitulando

Existem inúmeros benefícios que eu poderia listar como motivos para começar a investir o seu dinheiro.

O mais importante é entender que o quanto antes você começar essa jornada maravilhosa que é ser um investidor, melhor.

Pois ao final de tudo isso, pensando no longo prazo, sem esse senso de imediatismo, não é nem dinheiro que você vai ganhar…

O que você ganhará na verdade é tempo!

Tempo para fazer o que gosta, tempo para viajar, tempo para passar com a sua família e com as pessoas que você ama.

E hoje em dia, tempo é o nosso recurso mais escasso, pois uma vez que você o perde, não há como recuperar.

Portanto, só para recapitular, os 5 motivos para você começar o quanto antes a investir o seu dinheiro são:

  • Fazer ele trabalhar a seu favor (sair da Corrida dos Ratos)
  • Alcançar objetivos financeiros
  • Perder o medo de investir
  • Investir para não perder dinheiro
  • Alcançar a independência financeira

Espero que esse artigo tenha lhe ajudado de alguma forma a entender a importância de tudo isso.

Forte abraço!

Artigo escrito por nosso convidado Francisco Krieger Abrunhoza.