Por que investir na Carteira Administrada pode ser mais vantajoso?

A carteira administrada é um serviço feito pelos administradores de investimentos. Essa função pode ser exercida por empresas especializadas e também por profissionais registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Mesmo fazendo parte dos fundos de investimento, esse serviço também pode ser contratado de forma separada. Com isso, a carteira administrada gerenciará ativos onde uma pessoa pode investir de forma direta. Vale lembrar que a carteira de investimentos também pode ser chamada de portfólio ou de cesta de investimentos.

Como funciona

A carteira administrada permite que o investidor transfira a tarefa de montar a carteira de investimentos para um profissional ou para um grupo especializado. Com isso, os profissionais contratados podem executar todos os passos necessários para investir, sempre se adequando aos objetivos do investidor.

Por exemplo, a pessoa que cuida de uma carteira administrada pode escolher qual ativo receberá um determinado investimento. Além disso, ela também pode definir quando rebalancear aquele portfólio.

O administrador daquela carteira pode decidir essas coisas sem pedir a opinião do investidor, o que torna a tarefa bem mais rápida. Obviamente, todas as ações tomadas durante a administração da carteira precisam respeitar o perfil do cliente.

O administrador tem que monitorar o portfólio com muita frequência, pois ele precisa garantir que os investimentos atingiram os objetivos almejados pelo cliente.

Também é função dele observar o crescimento ou a queda das ações em comparação com o resto do mercado. Esse profissional precisa analisar os riscos daquela carteira e decidir o que pode ser feito para aumentar os seus ganhos.

Vantagens da carteira administrada

Praticidade: o cliente não precisa escolher entre os vários tipos de investimentos que existem no mercado, pois o papel do administrador é justamente esse. Ademais, ele tenta montar a melhor carteira possível, sempre focado nos objetivos do investidor.

Acompanhamento da carteira: quando contrata o serviço, o investidor deixa combinado com o administrador qual é o resultado que ele espera daquela carteira. Esse acordo prévio facilita o monitoramento diário daquele portfólio.

Contudo, o administrador jamais irá garantir retorno financeiro. O que ele garante é se dedicar ao máximo para que a carteira alcance o melhor resultado possível.

Rebalanceamento: a rentabilidade das aplicações financeiras pode ser influenciada por diversos fatores. Em geral, são os rebalanceamentos que ajudam o investidor a reduzir os riscos e aproveitar mais as oportunidades de ganho, caso elas existam.

Quando há um profissional responsável por isso, a chance do investidor ter mais sucesso com seus investimentos aumenta bastante. Isso acontece porque o administrador da carteira consegue elaborar uma boa estratégia para lidar com essas situações.

Contudo, ter uma carteira administrada não significa que os investimentos feitos serão mais rentáveis do que antes. Significa apenas que haverá uma pessoa preparada para lidar com aqueles investimentos de forma ágil e eficiente.

Custos

Por mais que algo seja oferecido gratuitamente, sempre haverá um custo para alguém. Com relação a carteira administrada, quem arca com o custo é o próprio investidor. Os administradores de carteiras cobram uma taxa que varia entre 0,5% e 2% sobre o patrimônio de seus clientes. A vantagem disso é que o valor pago por esse serviço pode ser calculado com antecedência.